O que você está procurando?



Fechar

Carregando...

Fórmula:
Cada mL contém:
Dinoprost trometamina (equivalente a 5mg/mL de dinoprost) ............... 671 mg
Álcool benzílico ...................................................................................... 900 mg
Veículo ..... q.s.p. .................................................................................... 100 mL


Indicações:
Lutalyse é indicado em vacas éguas e porcas para:
- Controlar com maior eficácia a sincronização do cio de vacas e éguas;
- Tratamento de vacas e éguas com corpo lúteo funcional sem expressar comportamento de estro (vacas sub-estro ou cio silencioso éguas difíceis de cobrir);
- Indução do aborto ou parto em vacas e éguas;
- Indução do parto em vacas e porcas;
- Tratamento da metrite crônica e piometrite em vacas;
- Reprodução controlada em vacas;
- Diminuição do intervalo desmame/cio fértil em porcas de granjas com problemas reprodutivos.


Dosagem:
Vacas: Administrar 25 mg de Dinoprost (5 mL) para:
- Controle sobre duração do cio e sobre a ovulação de vacas ou ciclo estral.
- Tratamento de vacas que apresentam corpo-lúteo funcional mas não expressam o estro (sub-estro ou cio silencioso).
- Tratamento de metrite crônica ou piometrite.
- Reprodução controlada.
- Indução do aborto.
- Indução do parto.

Éguas: Administrar 5 mg de Dinoprost (1 mL) para:
- Controle sobre duração do cio e sobre a ovulação de éguas em ciclo estral.
- Tratamento de éguas que apresentam corpo-lúteo funcional mas não indicam cio comportamental (sub-estro ou cio silencioso).
- Indução do aborto.
Dos 5 aos 35 dias de gestação 5 mg de Dinoprost (1 mL) resultará em aborto. Entretanto animais com mais de 35 dias de gestação exigirão dosagem repetida diariamente até que ocorra o aborto.

Porcas:
- Para indução do parto administrar 10 mg de Dinoprost (2 mL) dentro de 3 dias da data prevista para o nascimento.
- Para uso pós-parto administrar 10 mg de Dinoprost (2 mL) 24 a 48 horas após o parto.


Administração:
Lutalyse deve ser administrado por via intramuscular.

Precauções:
- Adotar técnicas de assepsia adequadas na administração do produto.
- Não administrar a fêmeas prenhes a não ser nos casos em que se requeira indução do parto.
- Indução do parto ou aborto com qualquer composto exógeno pode precipitar distocia morte fetal placenta retida e/ou metrite.
- Indução do parto em porcas antes de 72 horas da data prevista para o parto pode resultar na mortalidade dos leitões.
- Animais destinados ao consumo humano devem ser abatidos 24 horas após o último tratamento.
- Não permitir que gestantes asmáticos ou pessoas com problemas brônquicos ou respiratórios administrem o medicamento.
- Respingos de Lutalyse sobre a pele devem ser imediatamente lavados com água e sabão.
Ver mais
Aproveite! Restam apenas 34 unidades em estoque!
Selecione a variação
R$ 64,98 à vista (Pix, Boleto, ou Crédito 1x)
R$ 68,40
em até 2x de R$ 34,20
Preço exclusivo para bandeira-rs
Entre em contato para preços na sua brasil
Formas de pagamento
Parcelas Valor parcela Valor total
à vista R$ 64,98 R$ 64,98
1x sem juros R$ 68,40 R$ 68,40
2x sem juros R$ 34,20 R$ 68,40
Frete e prazo

Fórmula:
Cada mL contém:
Dinoprost trometamina (equivalente a 5mg/mL de dinoprost) ............... 671 mg
Álcool benzílico ...................................................................................... 900 mg
Veículo ..... q.s.p. .................................................................................... 100 mL


Indicações:
Lutalyse é indicado em vacas éguas e porcas para:
- Controlar com maior eficácia a sincronização do cio de vacas e éguas;
- Tratamento de vacas e éguas com corpo lúteo funcional sem expressar comportamento de estro (vacas sub-estro ou cio silencioso éguas difíceis de cobrir);
- Indução do aborto ou parto em vacas e éguas;
- Indução do parto em vacas e porcas;
- Tratamento da metrite crônica e piometrite em vacas;
- Reprodução controlada em vacas;
- Diminuição do intervalo desmame/cio fértil em porcas de granjas com problemas reprodutivos.


Dosagem:
Vacas: Administrar 25 mg de Dinoprost (5 mL) para:
- Controle sobre duração do cio e sobre a ovulação de vacas ou ciclo estral.
- Tratamento de vacas que apresentam corpo-lúteo funcional mas não expressam o estro (sub-estro ou cio silencioso).
- Tratamento de metrite crônica ou piometrite.
- Reprodução controlada.
- Indução do aborto.
- Indução do parto.

Éguas: Administrar 5 mg de Dinoprost (1 mL) para:
- Controle sobre duração do cio e sobre a ovulação de éguas em ciclo estral.
- Tratamento de éguas que apresentam corpo-lúteo funcional mas não indicam cio comportamental (sub-estro ou cio silencioso).
- Indução do aborto.
Dos 5 aos 35 dias de gestação 5 mg de Dinoprost (1 mL) resultará em aborto. Entretanto animais com mais de 35 dias de gestação exigirão dosagem repetida diariamente até que ocorra o aborto.

Porcas:
- Para indução do parto administrar 10 mg de Dinoprost (2 mL) dentro de 3 dias da data prevista para o nascimento.
- Para uso pós-parto administrar 10 mg de Dinoprost (2 mL) 24 a 48 horas após o parto.


Administração:
Lutalyse deve ser administrado por via intramuscular.

Precauções:
- Adotar técnicas de assepsia adequadas na administração do produto.
- Não administrar a fêmeas prenhes a não ser nos casos em que se requeira indução do parto.
- Indução do parto ou aborto com qualquer composto exógeno pode precipitar distocia morte fetal placenta retida e/ou metrite.
- Indução do parto em porcas antes de 72 horas da data prevista para o parto pode resultar na mortalidade dos leitões.
- Animais destinados ao consumo humano devem ser abatidos 24 horas após o último tratamento.
- Não permitir que gestantes asmáticos ou pessoas com problemas brônquicos ou respiratórios administrem o medicamento.
- Respingos de Lutalyse sobre a pele devem ser imediatamente lavados com água e sabão.
Machado Agropecuária